Extroversão ou Introversão: eis a questão!

20150325-Extroverts-and-introverts-2

Em processos de Coaching é usual percebermos que existem dúvidas, sobre o que é melhor: ser extrovertido ou introvertido? O que pode-se dizer é que rótulos nunca são bons e que as pessoas tem uma forte tendência a se apegar a eles.  Na literatura encontramos muitas pesquisas e conclusões sobre este dilema. A teoria do MBTIâ (Myers Briggs Type Indicator) esclarece sobre estas questões, pois é uma ferramenta que indica os tipos psicológicos, baseada na teoria de Jung. Os resultados apontam diferenças valiosas entre as pessoas – diferenças que no dia a dia podem causar muitos mal-entendidos e problemas de comunicação.

 

Inicialmente, vamos ver alguns conceitos. Os Introvertidos refletem antes de agir e mantém foco em pensamentos, ideias e emoções. Os Extrovertidos expõem diretamente o que pensam e mantem seu foco em pessoas, atividades ou coisas. Ambos são necessários no mundo, estão em polos opostos, são diferentes e se complementam, não tem certo ou errado. Libertador não?

 

Introvertidos e extrovertidos usam caminhos diferentes em suas mentes quando estão processando informações. Segundo, Marti Laney, nossa capacidade de nos mover no continuum de introversão/extroversão pode ser aprimorada com a consciência do processo, mas é preciso algum esforço para obter mudanças. Sem consciência apenas repetimos padrões. É difícil alterar, mas é isso que nos fortalece emocionalmente, e para sempre!

 

Introvertidos ou extrovertidos, reservados ou expansivos, temos o poder de escolha sobre como queremos nos comportar em determinada situação. Ambas as pontas do espectro comportamental tem vantagens e desvantagens. Para Wendy Gelberg, a chave do sucesso em usar uma tendência ou outra, está em reconhecer qual comportamento estará a serviço de nossa meta. Selecionando o comportamento mais apropriado e efetivo para a tarefa em questão.

 

Se você é Extrovertido, dicas para desenvolver sua Introversão:

– Segure sua vontade de agir e pare.

– Conecte-se com seu mundo interior.

– Não seja impaciente com quem lhe parece mais lento.

– Não interrompa os outros, espere até terminarem de concluir.

– Escute mais e fale menos.

 

Se você é Introvertido, dicas para desenvolver sua Extroversão:

– Aja sem pensar, de vez em quando.

– Há uma lógica em conversas sem importância, flua neste aprendizado.

– Comunique-se oralmente e expresse-se sem medo de acertar ou errar.

– Socialize-se sem compromisso, mesmo que gaste mais energia.

– Promova a si mesmo, mais que o habitual.

 

Finalmente, independente de ser Introvertido ou Extrovertido, procure pensar assim: eu posso ser o que eu sou na maior parte do tempo. E sou inteligente o suficiente para mudar meu comportamento quando isto me favorece mais. Assim, crie para você uma vida melhor!

 

*Susane Zanetti é diretora e Coach na Zanetti Coaching. Mestre em Gestão Empresarial pela FGV/EBAPE. Pós-Graduada em RH pela FAE Business School.  Graduada em Psicologia pela UFPR e Certificada em Coaching pelo ICI e Pro-Fit. Certificada na ferramenta MBTI.

 

 

SOBRE O MBTI 

 

O MBTI® é uma ferramenta que indica os tipos psicológicos, baseada na Teoria de Jung. Os resultados apontam diferenças valiosas entre as pessoas – diferenças que no dia a dia podem causar muitos mal-entendidos e problemas de comunicação.

  • O MBTI® ajuda na identificação dos pontos fortes e qualidades, apontando áreas com potencial para crescimento. Esta compreensão aumenta a autoconfiança, melhora a cooperação e a produtividade.
  • Através desta ferramenta as Empresas e profissionais terão um melhor entendimento das diferenças individuais, podendo trabalhar em áreas específicas, tais como: desenvolver líderes, formar e desenvolver equipes, mudanças organizacionais, melhoria na comunicação, aconselhamento educacional e de carreira, além de orientação para o relacionamento.
          Entre em contato conosco para saber mais sobre sua aplicação e demais benefícios!

 

 

 

Recommended Posts